Rio de Copas e Olimpíadas

Após décadas de contínua degradação, o Rio de Janeiro tem uma real oportunidade de desenvolvimento. O essencial alinhamento de interesses políticos nas esferas municipal, estadual e federal assegura o apoio de todas estas forças.  A estabilidade econômica permite esperar que estejam disponíveis os recursos necessários para este desenvolvimento. Cabe ainda defender os direitos sobre os royalties do petróleo para que os recursos do estado sejam mantidos. 

Praça Mauá vista do píer

Por outro lado, os eventos internacionais da Copa de 2014 e os Jogos Olímpicos de 2016 nos obrigam a firmar compromissos com a comunidade internacional.  Estes eventos, entretanto, não devem ser vistos como garantia de que os recursos que serão aportados à cidade serão gastos em benefício do Rio de Janeiro.  Muito menos são garantias de que serão aplicados com o necessário cuidado com o bem público.  O retumbante fracasso dos Jogos Pan-americanos de 2007 em deixar para a cidade um legado mínimo de obras de infra-estrutura que poderiam trazer benefícios para o cidadão carioca não nos deixa ter perspectivas elevadas.  

Infelizmente este processo está começando francamente mal.  As notícias sobre as formas de financiamento dos estádios da copa do mundo indicam que a conta para o nosso bolso será muito mais alta do que havia sido prometido.  A captação de recursos privados esbarra na fragilidade das análises de viabilidade econômica e acabam não acontecendo. Em suma, estes eventos em vez de contribuir para o desenvolvimento das nossas cidades,  particularmente o Rio, já prometem ser mais um dreno dos cofres das mesmas o que impactará negativamente na capacidade de realização de obras realmente úteis para o cidadão.

Em outra frente, os planos megalômanos de construção do Porto Maravilha, realmente uma maravilha mesmo que o índice de materialização seja da ordem de 50%, já dá sinais de muita retórica e pouca obra.  Anunciadas pomposamente em setembro passado, a primeira fase está custando a decolar.  A belíssima placa com mais de 40 m colocada na praça Mauá é tudo o que se vê da obra no píer até o momento, passados 4 meses.

Mas independente disso temos que seguir discutindo o que será melhor para o Rio de Janeiro.  Mal ou bem alguma coisa acabará acontecendo. 

  • Qual deverá ser a prioridade do Rio de Janeiro?
  • Onde deverão ser empregados estes recursos?
  • Quem se incumbirá de cuidar para que o nosso dinheiro tenha o destino de melhorar o Rio de Janeiro para as futuras gerações e não apenas alguns e suas futuras gerações?

Por enquanto ficam as perguntas mas breve voltarei com pontos mais específicos sobre o futuro do Rio de Janeiro.

Posts relacionados, clique para ver:
Píer Mauá
Porto Maravilha
Porto Maravilha – A Perimetral
Barra da Tijuca 2017
Olimpíadas 2016 – esperanças e preocupações
Praça Mauá – o Renascer

Foto by Cariocadorio: Paredes do Rio, a Praça Mauá desde o Píer (fevereiro de 2010)

Anúncios

Tags: , , , , , , , ,

2 Respostas to “Rio de Copas e Olimpíadas”

  1. Wagner Says:

    Com relação ao assunto em questão, sou radical em dizer que, apesar das oportunidades de desenvolvimento que a Copa e as Olimpíadas poderão trazer para o nosso Rio, realmente e definitivamente o Rio de Janeiro não está preparado para assumir tamanha responsabilidade mundial. Falo isso pelo que vejo em nossa Cidade, em nosso País. Ruas espuracadas, hospitais sem recursos e mal administrados, policiamento sem estrutura e comando, um governo estadual e municipal pífio, um País em que nosso cartão de visitas (Rio de Janeiro) não é mais nosso belíssimo Corcovado e sim as “Comunidades”. Se o governo, seja ele federal, estadual ou municipal possuem verbas para estes eventos, por que a mais tempo, não resolveu problemas sociais e educacionais de forma correta e equilibrada? O desenvolvimento de um País, não se vê tão somente pelo PIB, mas também pela educação e estrutura social de um povo. É só olhar para o lado, que veremos mendigos, sugeira, buracos, hospitais desestruturados, uma polícia despreparada e etc, etc…..etc.
    Talvez tenha respondido algumas das perguntas, mas se não, valeu pela oportunidade de protesto.
    Fui.

  2. Alvaro Botelho Says:

    Imagem uma cidade igual ao Rio de Janeiro em que os politicos se elegem às custas de promessas que todos sabemos não serão cumpridas!
    Uma Cidade Favela ou Favela cidade o Rio, de Cidade Maravilhosa, infelizmente tem só o nome, quase todas as prais poluídas uma desorganização tamanha, gente demais amontoada… tente ir a uma praia num final de semana com sol… e imagine que toda aquela massa de gente representa um pequeno percentual da população total…
    Nossa qualidade de vida é muito baixa, muito aquém do razoável, na
    minha opinião esses eventos como olimpíadas e copa do mundo só servem para enriquecer uma meia-dúzia e aumentar as favelas. Vai haver um fluxo enorme de pessoas em direção ao Rio… e depois das olimpíadas essas pessoas não vão voltar para os lugares de onde vieram e não vai haver trabalho, casa, hospital para todos da mesma forma que hoje não há!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: