Fonte da Saudade em 2 tempos

Fonte da Saudade, 1890

Fonte da saudade, 1890

No princípio do século XIX, lavadeiras portuguesas cantavam fados e lavavam roupas junto a uma fonte nas margens da lagoa de Sacopenapã,  relembrando a terra distante . A fonte ficou então conhecida como a “Fonte da Saudade”,.
Desta fonte se bebia uma água mágica. Diziam que aquele que bebesse sua água, nunca mais esqueceria a pureza do lugar.  Já não existe a fonte e muito menos as suas águas puras e mágicas.

Lagoa Rodrigo de Freitas, 2011

A região continua até hoje conhecida como Fonte da Saudade.  A lagoa tomou o nome do último proprietário do engenho de cana-de açúcar que ali ficava. 

Onde efetivamente ficava a “Fonte da Saudade” retratada na fotografia de fins do século XIX ? 

Desde então muito já se roubou do espelho d’água da atual lagoa Rodrigo de Freitas, dificultando precisar o local. Observando a posição das montanhas ao fundo,  concluí que a fonte ficava, aproximadamente, onde hoje temos a igreja de Santa Margarida Maria. A foto atual procura retratar a mesma posição relativa da Pedra da Gávea e do morro à sua direita.

Fica aqui a proposta para que alguem indique a localização exata da “Fonte da Saudade”.

Lagoa Rodrigo de Freitas


Fotos:
Fonte da Saudade, 1890 (postal da editora Melhoramentos); Lagoa Rodrigo de Freitas e panorâmica da Lagoa, 2011, by Cariocadorio
.
Informações p/ texto: PUC-Rio / Departamento de Artes & Design, Análise Gráfica / 2005.1 Prof. Edna Lúcia Cunha Lima e Aluna Mary Court

Anúncios

Tags: , , , , , ,

14 Respostas to “Fonte da Saudade em 2 tempos”

  1. Salete Says:

    Euacho que ficava onde esta o pedacinho azul do pier.

    Linda a foto panorâmica que vc fez.
    beijuus
    Salete

  2. Jesuino Says:

    O interessante na foto original é que aparece o domo de uma igreja com a cruz. Não sei a data de fundação da igreja de Santa Margarida Maria, mas parece que já existia no tempo da fonte e a fonte provávelmente ficava no alto do morro na altura da casa do cariocadorio.
    Beijos saudosos dos amigos
    Jesuino

  3. Louise Says:

    Acho que o Jesu está precisando dar uma atualizada no grau dos óculos. Domo de uma igreja ??? E com a cruz ??? Essa imagem que ele viu não seria a pontinha de um arbusto na margem da lagoa ?!?! Vejam que há outra imagem semelhante, um pouco menor, mais para a esquerda.
    Meu voto é igual ao do autor do blog: acho que a fonte original ficava onde hoje é a igreja, já que “muito já se roubou do espelho d’água”.
    E, quanto ao Jesu, se não forem os óculos, é tóxico!!!! rsrsrsrsrs

  4. Andre Decourt Says:

    O ângulo correto da foto seria na Rua Fonte da Saudade, quase nas abas do Morro da Saudade, na altura de um cotovelo da Rua Baranosa de Poconé, morro a cima.

    No ponto até hoje há um prédio que mantém uma réplica estilizada da “fonte da saudade” que existia na casa demolida e que certamente era aduzida por uma nascente que descia do Morro da Saudade e deu nome ao local.

    Vou publicar uma foto dos aterros da região sendo executados, é repetida mas agora tenho ela em grande formato.

    • cariocadorio Says:

      André,
      O prédio ao que você se refere á o ED. Fonte da Saudade que fica atrás da igreja. Faz sentido que a fonte original ficasse junto à Baronesa de Poconé ou ainda um pouco mais na direção da rua Bogari. Aguardarei o post sobre os aterros. Obrigado.

  5. Alvaro Botelho Says:

    O relevo da paisagem de fundo não deixa dúvidas de que é a direção correta da bica das lavadeiras!

  6. Turú da Silva Says:

    Cara, a fonte fica perto do … como é mesmo o nome …. pertinho do … pô, cara, nós já passamos um monte vezes por alí, logo depois do … entendeu agora?

  7. Beatriz Says:

    Olá, eu estou fazendo um trabalho sobre a fotografia no século XIX. Será que poderia usar as fotos que você publicou?

    • cariocadorio Says:

      Beatriz,
      Desde que você dê o crédito e a referência de origem, não tenho objeções.
      Gostaria de ver o trabalho quando estiver disponível. Por favor me informe.
      Obrigado pela visita ao Cariocadorio

  8. COPACABANA EM FOCO Says:

    Cariodorio, procure no site AMAFONTE, a Ana Simas, Presidente da Associação de Moradores da Fonte da Saudade, que ela mostrará o lugar exato do que restou da Fonte. A Fonte está cercado por grades onde foi construído um prédio residencial.

  9. Rodrigo Says:

    … Legal o blog!
    O encontrei após procurar pela famigerada LAGOA…
    Inclusive sonhei com a respectiva hoje. Sonho meio estranho (alias como a maioria dos meus… risos!).
    Costumava frequentar parques ao redor desta, até bons tempos: e o CLUBE PIRAQUÊ; até nasci no bairro de mesmo nome – morando na NEGREIROS LOBATO no edifício mais alto da rua. Saí de lá com meses de idade. E na época o bairro era precário/as ruas em torno pouco asfaltadas _ além de longe de muita coisa.
    Quando vejo a ÁRVORE nesta… me causa até um certo medo, pois sempre tive curiosidade de saber como seria o fundo desta: até achava bárbara a ESTRELA polêmica colocada em 1985. Andava de pedalinho algumas vezes e ia nesta. Até moradores tal possuía!
    Falam na SANTA MARGARIDA MARIA, onde me batizaram.
    Resido há duas décadas em Porto Alegre: talvez mais violenta que RJ & SP juntos. Retornei pouco aí.
    E vendo a rara imagem antiga acima… deviam ser bons tempos. Além de haver muito mais segurança!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: