Acabem com os postos da orla

Não dá pra entender o objetivo do governador Sergio Cabral. Por que será que ele quer acabar com os postos de gasolina da Av. Atlântica, da Lagoa etc.?  

Convenientemente localizados, estes postos fazem parte de uma ampliação bem planejada das vias públicas, não atrapalham o trânsito, se harmonizam perfeitamente com a arquitetura urbana e estão aí há mais de 40 anos prestando bons serviços à população. 

As conseqüências imediatas são o aumento do preço dos combustíveis e filas, muitas filas de carros pelas ruas esperando para serem atendidos. Mais engarrafamentos. Aliás, os postos de rua estão fadados a desaparecer diante da ocupação dos espaços com edifícios.  Não vai sobrar posto algum para abastecer no Rio de Janeiro.

O Governador parece estar na utopia de um Rio de Janeiro maravilhoso onde a infra-estrutura seja desenvolvida a tal ponto que não haja necessidade de veículos particulares.  Mas a situação hoje muito diferente.  Não passa um dia sem problemas sérios com pelo menos algum sistema de transporte: Supervia, Barcas e Metrô do Rio são caóticos. Mas estes ainda ganham subsídios.  

Posto de gasolina na Av. Atlântica

Com tantas oportunidades claras e inequívocas para melhorar a vida do cidadão, as atuais administrações parecem mais interessadas em desfazer (Maracanã, Perimetral…) do que fazer algo pela cidade.  Infelizmente não há como não pensar que existem interesses que nada têm a haver com os da população do Rio de Janeiro. Triste.

Foto by Cariocadorio: Posto na Av. Atlântica (maio;2010)

Anúncios

Tags: , , , , , ,

3 Respostas to “Acabem com os postos da orla”

  1. Salete Says:

    Certamente existem outros interesses, para resolver o problema do transporte publico no Rio de Janeiro ( se é que há uma solução) serão necessários anos de trabalho e muito dinheiro. Enquanto isso , teremos que passar pelo caos? Ou parar de trabalha?
    Categorias que necessitam de deslocamentos sucessivos durante o dia com curtos espaços de tempo, como professores, médicos, e muitas outras categorias tem no carro uma necessidade.
    Claro que melhorar o transporte publico é fundamental mas acabar de vez com os carros é impossivel.

  2. maniacosporfilme Says:

    Não se esqueça das vagas para estacionar. A cada ano, elas diminuem e as poucas existentes, ficam com o preço exorbitante. Além do aumento de 100% no flanelinha oficial da Prefeitura, que reduziu o tempo médio de 4 h para apenas 2 h.

    Fora a orla marítima, existe o exemplo recente da Praça Tiradentes, onde as vagas em frente ao João Caetano foram simplesmente transformadas em um calçadão, possivelmente para as prostitutas e travestis desfilarem de noite.

    O entorno da Praça Tiradentes também foi aumentado, eliminando outras vagas; as grades que foram instaladas há uns quatro anos (alguém faturou), agora foram retiradas. As pedras portuguesas que foram tiradas de diversos bairros, foram colocadas na Praça Tiradentes. O que não serve para alguns locais, serve para outros.

    Parece até Winston Smith de “1984”, de George Orwell, reescrevendo a história por interesses não muito claros (praças com grade, praças sem grade; piso sem pedra portuguesa, piso com pedra portuguesa). E a gente pagando a conta…

  3. AMA dos Postos 2, 3, 4 e 5 de Copacabana Says:

    São várias as elucubrações: Uma delas por conta da Copa do Mundo e os Jogos Olímpicos de 2016. A retirada dos Postos de gasolina se dará por conta das intervenções urbanísticas, em que a Prefeitura, governo do estado, os organismos como a FIFA e o COB e os empresários no ramos de materiais esportivo utilizarão todos os espaços disponíveis na orla litorânea, dentre elas as areias, o canteiro central e mais o calçadão rente aos estabelecimentos residenciais para as arquibancadas, tendas para o licenciamento de souvenir e seis arenas profissionais para o voley de praia. Haverá ainda o campeonato da Taça de Libertadores da América de Beach Soccer e a Liga dos Clubes Nacional de Beach Soccer que foram criadas recentemente com muita pompa e galhardia.
    E assim, com a permanência dos Postos de abastecimento inviabiliza todo o grande mega projeto. Fora que começarão a inculcar no pensamento da população a deixar os seus carros na garagem e alugar a bicicleta que é bom para a saúde ambiental e para o seu corpo, espírito e mente. Mas não se preocupem que haverá alguns postos em que os seus terrenos privados ou públicos que não estarão na lista da ganância dos especuladores e de empreiteiros, amigos fiéis $$$$ dos nossos governantes. E além do mais como é futebol e música, a população por si só, esquecerá rapidinho de que ali, um dia no passado não distante, houveram alguns postos de gasolina, e procurará um jeitinho bem brasileiro para abastecer o seu veículo de estimação. Tenho dito.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: