A corredora da Lagoa

Caminhar na Lagoa é o seu maior prazer. Aprecia os cachorros levando seus humanos ao passeio diário, a corrida saudável do pessoal, as conversas inacabadas que por ele passam, o vermelho no bico dos patinhos negros, o vôo elegante das graças brancas e tudo mais.  

Há, porém, alguém especial nas suas caminhadas. 
Onde vai ela sempre assim com tanta pressa? Pouco lhe importa. 
O que vale é senti-la chegando e concentrar-se no deleite que se segue.  A pisada firme no cintilante tênis, a meia mal surgindo antes de descortinar as pernas que sobem graciosamente até se esconderem sob o shortinho de tecido leve.  Ah, o shortinho! Ao sabor do vento e das passadas largas, o generoso corte lateral desvenda a dobrinha do bumbum.   

Com os cabelos soltos sobre a blusinha colorida ela se afasta rapidamente em seu vertiginoso correr. Não há sexismo em sua visão da moça. Bem… Um pouco talvez.  Sergio ama cada pedra , cada improvável capivara, cada detalhe do entorno da Lagoa.  A corredora é o licor cassis no seu creme de papaia. 

Mas neste dia nem mesmo a musa aliviava sua angústia.  
Sérgio subiu as escadarias e entrou na igreja de Santa Margarida Maria. Custava-lhe muito concentrar-se em rezar, o pensamento em todos os lugares entre o “que estás no céu” e o “pão nosso de cada dia”.  Sozinho na igreja soluçou um choro infinito. Saiu com os olhos vermelhos e uma certeza no peito.    

Horas mais trade ele se despedia do Dr. Ubiratan Latorre.  Pela janelinha da porta do elevador viu seu pai agradecer a visita. Mãos justapostas no gestual de sempre, a sinceridade de sempre.   Sérgio sabia que era ele quem mais tinha o que agradecer.  Estar com o pai era a certeza do conforto apesar do medo que sentia da barafunda mental do velho médico. 

De noite, cantando os parabéns com o netinho mais novo no colo, Sergio finalmente podia curtir os cabelos da corredora da Lagoa esvoaçando docemente à sua frente.   Sentia-se plenamente feliz.

Fotos by Cariodorio: Igreja de Santa Margarida Maria (Lagoa, Rio de janeiro, janeiro de 2012);  O Curumim da Lagoa Rodrigo de Freitas (Rio de Janeiro, janeiro de 2012)
O Dr. Ubiratan Latorre aparece em:  “A porta do elevador”  e “A quarta idade”.

Anúncios

Tags: , , , , ,

10 Respostas to “A corredora da Lagoa”

  1. Salete Bernardi Says:

    Lirismo, sensualidade, saudade, aceitação,,, Conjunto de formas e emoções que conheço muito bem se transformando em um texto fluido, doce e delicioso de se ler.
    Gosto muito dessa sua arte que estou tendo o prazer de ver ressurgir, mais delicada, mais humana, saindo da alma em forma de palavras e imagens.
    Grande amigo, você está ” matando a pau”!!!!!!!!!!!!!!
    Lindo, lindo, lindo!
    beijuuussss
    Salete

  2. Baby Says:

    Andas cada vez mais inspirado , né? Bjs

  3. Luiz D´ Says:

    Gostei!

  4. Rita Says:

    Gostei muito do texto, você escreve com leveza e graça, nas suas palavras a lagoa ficou mais bonita e eu quase me apaixonei pela moça que corria, com a dobrinha do bumbum aparecendo. Mas,
    a confusão mental, a demência me dá arrepios de medo…

  5. Thelma Pacheco Says:

    A leveza da corredora é contagiante, a elegante “dobrinha do bumbum” de uma sutileza rara nos dias de hoje, em que tudo está tão exageradamente exposto…
    Este texto passou por mim como uma brisa deliciosa!
    Thelma

  6. Louise Bastos Schilkowsky Says:

    O “versinho” nem está de pé quebrado, mas acho que você está apaixonado… Parabéns!
    Beijo,
    Lou

  7. valéria Says:

    Belíssimo.
    Deixo um saudoso abraço e desejo de Feliz Páscoa, sem coelhinhos pintados. Meu hobby cada dia mais distante.

  8. BABY Says:

    Que bom reler esta! Maravilhosa! bjs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: