Archive for dezembro \28\UTC 2013

Petrópolis Golf Clube, em 2 tempos

28 de dezembro de 2013

Fundado em 1938, o Petrópolis Golf Clube está localizado em Nogueira, a 25 Km do centro de Petrópolis e a 90 Km da Lagoa Rodrigo de Freitas no Rio de Janeiro.  A beleza natural e o clima ameno da região fazem do clube um paraíso para jogadores de golfe e uma ótima opção para aqueles que pretendem começar no esporte.

Este belíssimo clube serve de plataforma para mostrar os contrastes que o tempo traz.

PGC, Estacionamento em 2013

Petrópolis Golf Clube – 2013

Petrópolis Golf Clube - circa 1950

Petrópolis Golf Clube – 1953

Sede do PGC, 2013

Sede do PGC, 2013

Sede do Clube, 1953

Sede do Clube, 1953

Fotos antigas obtidas no site do clube (aqui):  
Fotos atuais by Cariocadorio.

Árvore de Natal da Lagoa – 2013

25 de dezembro de 2013

???????????????????????????????

Caminhava na chuva pela lagoa Rodrigo de Freitas um tanto vazia nesta véspera de Natal.  Alguns se exercitavam nos aparelhos do baixo bebê da região.  No bolso a pequena câmera, lá ia eu tentar tirar umas fotos da árvore de Natal da lagoa.  Tarefa difícil com os recursos disponíveis.

???????????????????????????????

O tempo deve ter afastado a maioria dos turistas desta época.  Ainda assim havia alguns incautos se  molhando para ver a árvore.  Já na volta pra casa me ofereci para tirar a foto de uma família que estava por ali.  Foram tantos os agradecimentos pelo gesto que a recompensa teve mais valor que a foto.  Não é preciso muito para ser feliz. De repente a gente á que complica as coisas.

 

Consegui fazer algumas fotos que saíram melhor do que eu podia esperar. Aproveito para dividir aqui com os amigos deste Cariocadorio.

Feliz Natal e que tenham todos um ótimo 2014.

042panoramica contraste

Fotos by Cariocadorio:  Árvore de Natal da Lagoa (dezembro de 2013)

O presente e a partida

21 de dezembro de 2013

???????????????????????????????Era um colega de trabalho, com quem muito estive e pouco convivi.  Algumas conversas de corredor sobre isso e aquilo.  Com o tempo percebi que sua presença serena transmitia uma bondade sem preço, tão incomum na rotina da vida.

Pouco antes que ele partisse nos encontramos ao acaso.  Sem que eu percebesse, me deixou um presente que só hoje reconheço.  Um sorriso, que me faz sentir perdoado, incondicionalmente, por defeitos e dívidas que ele não poderia conhecer.

Muito obrigado, siga sempre em paz.  

 

Foto by Cariocadorio: O Corcovado e a vida (Lagoa, 11/05/15)

Bem-vindo ao caos carioca

21 de dezembro de 2013
Turistas puxando malas na Rio Branco

Turistas puxando malas na Rio Branco

De repente tinha um monte de gente atravessando a rua sob o que ainda resta da Perimetral. Na Praça Mauá e seus arredores, turistas desembarcados dos luxuosos cruzeiros sentiam um choque de realidade.   Rapidamente se espalharam pelas calçadas do início da Av. Rio Branco.   Carregando malas e bagagens caçavam taxis que os levassem ao seu destino na Cidade Maravilhosa. Na praça havia uma fila organizada mas os taxis custavam a aparecer. Ainda tiveram sorte de não estar chovendo e de não terem que encarar o infernal calor do meio-dia, típico desta época.

O cenário era perfeito para ação de bandidos, taxistas desonestos e outros pilantras. A chegada ao Rio de Janeiro pela rodoviária Novo Rio e pelos aeroportos do Galeão e Santos Dumont parecem coisa de primeiro mundo se comparados ao caótico desembarque de turistas na Praça Mauá.

Turistas na Praça Mauá

Turistas na Praça Mauá

Seria fácil dizer que tudo será resolvido quando tivermos o terminal marítimo apropriado.  Mas bastaria um mínimo de organização e competência aliados a respeito ao consumidor para evitar esta situação.  Conhecendo a nossa realidade, é de se esperar que este caos perdure por toda a temporada.    

Fotos by Cariocadorio:  Turistas na Praça Mauá e Turistas na Av. Rio Branco (20/12/13).

INFRAERO, voadoras e o suplício de viajar

11 de dezembro de 2013

É impressionante a capacidade que a INFRAERO tem de reinventar a sua própria incompetência. Cada vez que se vai a um aeroporto a situação está pior. O desconforto e as intermináveis obras do Galeão e do Santos Dumont, aliados ao desprezo que as voadoras têm pelos passageiros, fazem de uma simples viagem de ponte-aérea um imenso desprazer.

Avião do Voo 1012 que não foi

Avião do Voo 1012 que não foi

O ar condicionado não funciona, os banheiros são fétidos e a organização inexiste. Enquanto isto as voadoras transferem seus passageiros de um voo para o outro sem maiores explicações.  Mas se o passageiro quiser mudar um voo, mesmo com antecedência, tem que pagar por isso.
Eles podem mudar sem aviso prévio mas os passageiros têm que pagar previamente por qualquer mudança.

Neste sábado mais uma vez aconteceu no voo 1012 da Gol, de Congonhas para o Rio:
“Estamos sem tripulação para o voo”, é a desculpa usual.  E nós com isso?

Coincidência ou não, a transferência foi para um voo onde cabiam todos os passageiros de dois outros voos.
A principal característica destas situações é a tática de guerra utilizada pela voadora:  desinformar para dispersar e evitar que o inimigo (os passageiros) se agrupe.  O painel mostra uma informação errada e os “colaboradores” da voadora nada sabem informar.

O painel que desinforma

O painel que desinforma

E as pessoas ainda se preocupam com o que vai acontecer na copa do mundo e nas olimpíadas.   Não dá pra gente se procupar com turistas quando somos nós que temos  esta rotina de conviver com o caos.  Minha indignação é com o que acontece conosco, brasileiros de todos os dias.

Fotos by Cariocadorio:  Congonhas (7/12/13)

Saudades do Rio

1 de dezembro de 2013

O título deste post é uma homenagem ao fotolog do mesmo nome. Durante anos o “Saudades do Rio” e outros espaços criados com propósito similar ajudaram a reconstruir a história recente do Rio de Janeiro.  Vários deles estão referidos com links na página inicial deste Cariocadorio. Recentemente, o Terra, site que hospeda os FRA (fotologs do Rio antigo), anunciou para 30/12/13 o fim deste serviço.

Laranjeiras, Campo de Fluminense, 1936

Laranjeiras, Campo de Fluminense, 1936

Rua Ipiranga, 1905: ao fundo A Praça de Touros do Rio

Rua Ipiranga, 1905: ao fundo, a Praça de Touros do Rio

Mais que o grupo de pessoas acostumadas a ver as postagens diárias, perde o Rio de Janeiro. As fotos e os comentários dos frequentadores formaram um importante acervo sobre a história recente da cidade que merecia ser mantido.  Esperemos que as fotos voltem a ser postadas onde possam permanecer como referência. Mas alguns comentários de pessoas que conheceram os logradouros e viveram a história do lugar não serão recuperados. Saudades também de alguns comentaristas que já estão frequentando sites da próxima dimensão.

Pavilhão Mourisco, início do Sec. XX

Pavilhão Mourisco, início do Sec. XX

Minha homenagem vai com estas fotos roubadas dos FRA  que me ajudaram a conhecer minha própria história. Mostram regiões do Rio que  são referências da infância. O Fluminense e as ruas em seu entorno, onde morei e caminhei no caminho da escola; a rua Ipiranga com uma inacreditável praça de touros ao fundo, na rua das Laranjeiras; e o pavilhão Mourisco, que explica o nome daquela região ao final da enseada de Botafogo.

Registro meu agradecimento aos que tiveram a ideia de criar os FRA e àqueles que ajudaram a construí-los e a mantê-los portanto tempo.  Ficamos no aguardo de novas plataformas que suportem uma iniciativa que não pode acabar.