Archive for julho \08\UTC 2014

Copa do Brasil, 2014 ou “Carta aberta aos meus netinhos”

8 de julho de 2014

Rio de Janeiro, 8 de julho de 2014

Queridos Netinhos,

Um time sem meio-campo, com ataque inoperante e jogadores acovardados não merecia mesmo ganhar. Mas os incontestáveis 7 x 1 foram um castigo duro demais para um povo que, apesar de tudo (*), faz desta uma belíssima Copa do Mundo.

Vocês ouvirão falar muito da “tragédia do Mineirão”.  Acreditem, jamais haverá vitória sobre a Alemanha que vingue o que aconteceu hoje. Sei muito bem o que é isso. Vovô não tinha nem nascido quando, em 1950, perdemos para o Uruguai. Ainda assim, sinto o fantasma do Maracanazo como se fosse ontem, 64 anos depois.

Nós hoje perdemos para a seleção de um país que foi completamente arrasado na metade do século passado. Mas, mesmo dividida ao meio, trinta anos depois a Alemanha já era um dos maiores do planeta. Não esperaram que os céus, o governo ou seja lá quem ou o que lhes dessem o pão, o teto e a cama de dormir. Trabalharam muito e continuam trabalhando. Da mesma forma pragmática que nos venceram hoje.

Saibam, portanto, que ficar chorando nos cantos não leva a nada. Jamais permitam que lhes convençam de que nós brasileiros somos um bando de coitadinhos. Isto só é conveniente para os preguiçosos e, principalmente, os políticos. É ferramenta de ganhar votos, manter o poder e viver às custas dos outros.

Vocês terão muitas vitórias para comemorar na vida mas algumas derrotas pra lamentar também. Nestas situações, enxuguem logo as lágrimas e voltem ao trabalho. Como diz o velho samba: “levanta, sacode a poeira e dá a volta por cima!”.

Não se esqueçam que depois da tristeza de 50 ganhamos cinco Copas do Mundo, mais do que qualquer outro país.
Penta-campeão!

 PS. Não contem isto aos argentinos, eles acham que a história das Copas começa em 78.

(*) este tudo é a farra política, o escândalo dos estádios, a vergonha do “legado” e a falta do que poderia ter sido feito com a grana mal-gasta com esta Copa.

Anúncios