Posts Tagged ‘Lagoa Rodrigo de Freitas’

Árvore de Natal da Lagoa, 2014

26 de dezembro de 2014

A árvore de natal da Lagoa Rodrigo de Freitas já é uma tradição no Rio de Janeiro.

DSC02600

Árvore de Natal da Lagoa, 2014; primeiro o sol do anoitecer

Todos os anos, ou quase todos, lá vou eu tentar fotografá-la com um equipamento vagabundinho. Um celular Blackberry, um I-phone ou uma câmera Sony que cabe na palma da mão.

Padrões de luzes e cores mas só a partir do finzinho da tarde

Eu me esforço, prendo a respiração, tento me lembrar de tudo que em um passado distante li sobre fotografia.  Não tem jeito, sai sempre meio tremido.

Em tons de azul, a cor mais quente

Mas eu gosto assim mesmo.  Um dia eu compro uma daquelas câmeras bacanas, como a saudosa Nikon FB-10 que está esquecida no alto de um armário.  Só que moderna, digital, quem sabe até uma semi-pro… Talvez quando eu me aposentar.  Não falta muito, eu acho.  A coisa anda passando cada vez mais rápido.

Panorama da Lagoa Rodrigo de freitas

Panorama da Lagoa Rodrigo de Freitas

Espero ter mais fôlego para escrever no próximo ano.  Isso mesmo, fôlego, porque não posso alegar falta de tempo.
2014 não foi ruim…Também não foi tão bom assim (se me permite o Lulu Santos).

Por falar nisso… Que 2015 seja formidável para todos.  
Muita saúde, muito amor e felicidade. 

Fotos by Cariocadorio (novembro de 2014).

Árvore de Natal da Lagoa, o Lado B

30 de novembro de 2014

uruguay e lagoa 031A árvore de natal da Lagoa desperta os mais variados sentimentos.  Do amor pelo espírito natalino ao ódio mais primitivo de quem se vê usurpado de seus direitos de cidadão.  Este último é o tema deste ano.

Por que a má vontade? Simples; as pessoas têm sua rotina destruída por mais de um mês.  A ciclovia fica cheia de gente atrapalhando os que por ali se exercitam.  O trânsito se torna caótico e como se não bastasse, os moradores que estacionam seus carros no canteiro central das avenidas o ano todo ficam impedidos de fazê-lo.  E nem pensar em receber a visita de familiares para uma festa de natal.

Borges de Medeiros - proibido estacionar!

Borges de Medeiros – proibido estacionar!

É proibido estacionar em toda a volta da Lagoa, mesmo que no lado oposto ao da árvore.  Se fosse por um fim de semana, tudo bem, mas é por mais de um mês.

131208 iphone 018Resumindo, a árvore de natal da Lagoa é um suplício para os milhares de moradores da região que, por sinal, pagam dos mais caros IPTUs do Rio.  Tudo é feito para beneficiar quem não mora ali, às custas do seu sofrimento.

Quem sorri de orelha a orelha é o fabricante de cones.

Afinal, é justo fazer uma festa (com propaganda e incentivos fiscais para um banco) em detrimento do direito de muitos?

Fotos by Cariocadorio: Novembro de 2013 e novembro de 2014.

Clique aqui para ver fotos e posts sobre a árvore de Natal da Lagoa desde 2009.

Árvore de Natal da Lagoa – 2013

25 de dezembro de 2013

???????????????????????????????

Caminhava na chuva pela lagoa Rodrigo de Freitas um tanto vazia nesta véspera de Natal.  Alguns se exercitavam nos aparelhos do baixo bebê da região.  No bolso a pequena câmera, lá ia eu tentar tirar umas fotos da árvore de Natal da lagoa.  Tarefa difícil com os recursos disponíveis.

???????????????????????????????

O tempo deve ter afastado a maioria dos turistas desta época.  Ainda assim havia alguns incautos se  molhando para ver a árvore.  Já na volta pra casa me ofereci para tirar a foto de uma família que estava por ali.  Foram tantos os agradecimentos pelo gesto que a recompensa teve mais valor que a foto.  Não é preciso muito para ser feliz. De repente a gente á que complica as coisas.

 

Consegui fazer algumas fotos que saíram melhor do que eu podia esperar. Aproveito para dividir aqui com os amigos deste Cariocadorio.

Feliz Natal e que tenham todos um ótimo 2014.

042panoramica contraste

Fotos by Cariocadorio:  Árvore de Natal da Lagoa (dezembro de 2013)

Pensei em você

22 de dezembro de 2012

Enfim começava o Natal. Caminhei na Lagoa apreciando a árvore, suas cores e brilhos. Na volta, atravessei a rua entre carros, apitos e buzinas e subi as escadas da igreja de Santa Margarida Maria. Lá dentro, um inesperado presente, um concerto de Natal. 
A sonoridade macia do oboé e o lirismo da arpa preenchiam a igreja e a alma.  Ao deleite da música…

…Pensei em você

Pensei muito em você, meu pai,
Pensei muito em você , meu irmão
E em você, meu grande amigo
Por quem fui rezar

Pensei em você, querida Doninha,
De efêmera presença
Em vocês, Coroões, de tão cara lembrança

Pensei em você que meu lar preenche,
Em você, herdeiro que meu lar enfeita
E nos que logo haverão de enfeitar,

Em você, que meu irmão nos deu
E nos que junto nos fazem família

Pensei em você, tia querida
Em você e seus filhos, meu primo tão cerca,
Em você, primo tão longe, e em todos os seus

Pensei na família que pouco vejo
E naqueles que já não verei

Pensei em você, amigo de canções e sonhos
Que há tanto e tanto divide comigo
E em você, parceiro de cerveja e vinhos

Pensei em você, meu colega de escola
E em você, com quem ganho a vida

Pensei em você, de verdes caminhos
Em você, meu amigo mais velho  
E também em você que veleja comigo

Pensei muito em você
Em quem todos os dias penso
E em você, de quem já não lembrava

Pensei em Deus,
E a Deus agradeci,
Por me ter dado tantos
Em quem tanto pensar.

A corredora da Lagoa

1 de abril de 2012

Caminhar na Lagoa é o seu maior prazer. Aprecia os cachorros levando seus humanos ao passeio diário, a corrida saudável do pessoal, as conversas inacabadas que por ele passam, o vermelho no bico dos patinhos negros, o vôo elegante das graças brancas e tudo mais.  

Há, porém, alguém especial nas suas caminhadas. 
Onde vai ela sempre assim com tanta pressa? Pouco lhe importa. 
O que vale é senti-la chegando e concentrar-se no deleite que se segue.  A pisada firme no cintilante tênis, a meia mal surgindo antes de descortinar as pernas que sobem graciosamente até se esconderem sob o shortinho de tecido leve.  Ah, o shortinho! Ao sabor do vento e das passadas largas, o generoso corte lateral desvenda a dobrinha do bumbum.   

Com os cabelos soltos sobre a blusinha colorida ela se afasta rapidamente em seu vertiginoso correr. Não há sexismo em sua visão da moça. Bem… Um pouco talvez.  Sergio ama cada pedra , cada improvável capivara, cada detalhe do entorno da Lagoa.  A corredora é o licor cassis no seu creme de papaia. 

Mas neste dia nem mesmo a musa aliviava sua angústia.  
Sérgio subiu as escadarias e entrou na igreja de Santa Margarida Maria. Custava-lhe muito concentrar-se em rezar, o pensamento em todos os lugares entre o “que estás no céu” e o “pão nosso de cada dia”.  Sozinho na igreja soluçou um choro infinito. Saiu com os olhos vermelhos e uma certeza no peito.    

Horas mais trade ele se despedia do Dr. Ubiratan Latorre.  Pela janelinha da porta do elevador viu seu pai agradecer a visita. Mãos justapostas no gestual de sempre, a sinceridade de sempre.   Sérgio sabia que era ele quem mais tinha o que agradecer.  Estar com o pai era a certeza do conforto apesar do medo que sentia da barafunda mental do velho médico. 

De noite, cantando os parabéns com o netinho mais novo no colo, Sergio finalmente podia curtir os cabelos da corredora da Lagoa esvoaçando docemente à sua frente.   Sentia-se plenamente feliz.

Fotos by Cariodorio: Igreja de Santa Margarida Maria (Lagoa, Rio de janeiro, janeiro de 2012);  O Curumim da Lagoa Rodrigo de Freitas (Rio de Janeiro, janeiro de 2012)
O Dr. Ubiratan Latorre aparece em:  “A porta do elevador”  e “A quarta idade”.

Mensagem do dia 24/12/11

24 de dezembro de 2011

Já mandei meus cartões de Natal.  Mas queria deixar uma mensagem bem original para quem aparecer aqui neste fim de semana.   Pensei em dizer que é tempo de pensar no próximo, de abraçar os que amamos, de dar um tempo nas inimizades, de tolerar as diferanças, de lembrar com carinho dos que hoje só vivem em nossos corações, de pensar com esperança no futuro, de cuidar de nós mesmos, do nosso lar, da nossa rua, da cidade, do país e dessa tão maltratada Terra para que ela siga sendo nossa casa por muitas gerações.  
Mas fica só a foto mesmo. E vamos à ação…

Foto by Cariocadorio: Feliz Natal com a árvore da Lagoa (dez. 2012)

Árvore de Natal da Lagoa, 2011

11 de dezembro de 2011

Repete-se anualmente a ornamentação de Natal que já se tornou uma tradição na lagoa Rodrigo de Freitas.  O cenógrafo Abel Gomes e sua equipe se esforçam, com sucesso, para criar algo novo todos os anos.  

 

 

Eu sempre vou até lá, como tantos outros, tentando capturar uma imagem interessante com a minha maquininha, a prova de burro.  Estes são alguns dos figurinos que vestem a árvore de natal da lagoa este ano.  Não deixem de visitá-la, é muito mais bonita ao vivo.

Árvore de Natal da Lagoa, 2011

Fotos by Cariocadorio: Árvore de Natal da Lagoa, dez. 2011

Fonte da Saudade em 2 tempos

5 de julho de 2011
Fonte da Saudade, 1890

Fonte da saudade, 1890

No princípio do século XIX, lavadeiras portuguesas cantavam fados e lavavam roupas junto a uma fonte nas margens da lagoa de Sacopenapã,  relembrando a terra distante . A fonte ficou então conhecida como a “Fonte da Saudade”,.
Desta fonte se bebia uma água mágica. Diziam que aquele que bebesse sua água, nunca mais esqueceria a pureza do lugar.  Já não existe a fonte e muito menos as suas águas puras e mágicas.

Lagoa Rodrigo de Freitas, 2011

A região continua até hoje conhecida como Fonte da Saudade.  A lagoa tomou o nome do último proprietário do engenho de cana-de açúcar que ali ficava. 

Onde efetivamente ficava a “Fonte da Saudade” retratada na fotografia de fins do século XIX ? 

Desde então muito já se roubou do espelho d’água da atual lagoa Rodrigo de Freitas, dificultando precisar o local. Observando a posição das montanhas ao fundo,  concluí que a fonte ficava, aproximadamente, onde hoje temos a igreja de Santa Margarida Maria. A foto atual procura retratar a mesma posição relativa da Pedra da Gávea e do morro à sua direita.

Fica aqui a proposta para que alguem indique a localização exata da “Fonte da Saudade”.

Lagoa Rodrigo de Freitas


Fotos:
Fonte da Saudade, 1890 (postal da editora Melhoramentos); Lagoa Rodrigo de Freitas e panorâmica da Lagoa, 2011, by Cariocadorio
.
Informações p/ texto: PUC-Rio / Departamento de Artes & Design, Análise Gráfica / 2005.1 Prof. Edna Lúcia Cunha Lima e Aluna Mary Court

Lagoa Rodrigo de Freitas

18 de dezembro de 2010

Árvore de Natal da Lagoa, 2010

A árvore de Natal da Lagoa é a grande atração das festas de fim de ano no Rio de Janeiro.  Decorada com capricho pelo competente Abel Gomes, atrai gente de todas as partes da cidade e de fora também, mudando a fisionomia da Lagoa Rodrigo de Freitas, cartão postal pouco explorado da Cidade. 


Durante o ano todo, entretanto, a Lagoa é uma das melhores áreas de lazer do Rio de Janeiro.  A ciclovia de 7500 m, um pouco apertada é verdade, permite caminhar em todo o seu perímetro desfrutando de vários parques e cenários belíssimos oferecidos pela natureza privilegiada da Cidade.  

Localizada entre a montanha e o mar, da Lagoa se pode observar o Corcovado, o Dois Irmãos, a Pedra da Gávea e a grande massa verde das florestas tropicais do Rio de Janeiro.   O olhar mais atento nos leva a conhecer uma enorme variedade de plantas e aves.

Mesmo para aqueles mais acostumados com o visual da Lagoa, a saída do túnel Rebouças em um dia de sol dá a real dimensão da enorme beleza da região.  

Por outro lado, há também a vista da favela da Rocinha, que cresceu para os lados da Gávea, o tráfego difícil, a poluição  e outras mazelas causadas pelo homem que teima em estragar o belo.  

Como quase tudo no Rio, a Lagoa sofre com a desordem e a falta de manutenção em seus equipamentos urbanos, quiosques, parques e tudo mais. 

Remo na Lagoa

Felizmente a natureza é mais forte que a nossa incompetência política e administrativa.  Apesar do descuido a Lagoa Rodrigo de Freitas segue sendo uma ótima área de lazer que merece ser visitada mesmo para os que moram mais longe.   

Apesar da morosidade das ações do governo, esta é uma das melhores regiões do Rio.  Para aqueles que moram em seu entorno, não há como negar ser um privilégio.  Já não mais acontecem as terríveis mortandades de peixe que empestiavam a Lagoa de tempos em tempos. 
Quem sabe o projeto patrocinado pelo empresário Eike “Midas” Batista não acabará de vez com a poluição das suas águas transformando os esportes aquáticos em atração ainda mais frequentada. 

E que o Rio de Janeiro ganhe mais áreas de lazer como a Lagoa Rodrigo de Freitas, a Quinta da Boa Vista e o Parque do Flamengo.
  

Dois Irmãos e Pedra da Gávea

Fotos by Cariocadorio: Árvore de Natal da Lagoa, 2010; A avenida Epitácio Pessoa; O Cristo e a Lagoa; Remo na Lagoa (2009); Aves da Lagoa; Dois Irmãos e Pedra da Gavea.