Posts Tagged ‘Sergio Cabral’

Acabem com os postos da orla

11 de dezembro de 2011

Não dá pra entender o objetivo do governador Sergio Cabral. Por que será que ele quer acabar com os postos de gasolina da Av. Atlântica, da Lagoa etc.?  

Convenientemente localizados, estes postos fazem parte de uma ampliação bem planejada das vias públicas, não atrapalham o trânsito, se harmonizam perfeitamente com a arquitetura urbana e estão aí há mais de 40 anos prestando bons serviços à população. 

As conseqüências imediatas são o aumento do preço dos combustíveis e filas, muitas filas de carros pelas ruas esperando para serem atendidos. Mais engarrafamentos. Aliás, os postos de rua estão fadados a desaparecer diante da ocupação dos espaços com edifícios.  Não vai sobrar posto algum para abastecer no Rio de Janeiro.

O Governador parece estar na utopia de um Rio de Janeiro maravilhoso onde a infra-estrutura seja desenvolvida a tal ponto que não haja necessidade de veículos particulares.  Mas a situação hoje muito diferente.  Não passa um dia sem problemas sérios com pelo menos algum sistema de transporte: Supervia, Barcas e Metrô do Rio são caóticos. Mas estes ainda ganham subsídios.  

Posto de gasolina na Av. Atlântica

Com tantas oportunidades claras e inequívocas para melhorar a vida do cidadão, as atuais administrações parecem mais interessadas em desfazer (Maracanã, Perimetral…) do que fazer algo pela cidade.  Infelizmente não há como não pensar que existem interesses que nada têm a haver com os da população do Rio de Janeiro. Triste.

Foto by Cariocadorio: Posto na Av. Atlântica (maio;2010)

Anúncios

Royalties do Rio

15 de março de 2010

A semana que passou foi particularmente pródiga em provocar desconforto no cidadão minimamente atento à rotina a sua volta. De uma só vez chegaram as notícias de novos tremores no Chile, assassinato de um cartunista e seu filho em Osasco e confrontos do tipo polícia e bandido que deixaram um saldo de uns tantos mortos no Rio de Janeiro. 

Macaé, nascer do sol e sonda de petróleo

Para o nosso estado, a aprovação da emenda “vamos meter a mão no dinheiro do Rio de Janeiro” foi a bomba da semana.  Os estados produtores têm, legitimamente, direito a esta parcela dos recursos gerados pela produção de petróleo para  cuidar principalmente da infra-estrutura e meio-ambiente locais.  Interessante que a emenda Ibsen não altera a distribuição dos royalties da produção em terra, só no offshore. A razão é simples, é no mar que existe muito petróleo, muito dinheiro. Azar do Rio de Janeiro.

Chama a atenção o pífio desempenho do governo e da bancada estadual em defender os direitos do Rio de Janeiro. É inacreditável que o importante deputado Rodrigo Maia, presidente do seu partido, tenha preferido viajar para a Alemanha em uma obscura missão a participar da votação em Brasília. Era sua obrigação levantar a voz em nome daqueles que representa, mesmo que a derrota fosse inevitável. 
Por outro lado o governador Sergio Cabral chiou,  esperneou e se indignou depois da derrota. Dizem que quase enfartou.  Estranho, porque o resultado era mais do que certo. Depois do leite derramado o governador resolveu promover impróprios minutos de silêncio em jogos de futebol e outras medidas de pura demagogia improdutiva.  Mas que tipo de trabalho político foi feito para evitar este desastre?  Houve erro de estratégia ou era mesmo inevitável que ocorresse?
Pior é a declaração do governador de que a emenda inviabiliza a realização da Copa de 2014 e das olimpíadas de 2016. Quer dizer que o dinheiro que deve ser aplicado em investimentos que tragam benefícios perenes será maciçamente destinado a eventos esportivos cujo retorno para o cidadão é mais do que duvidoso? Se esta é a grande preocupação do governador quanto ao destino destes recursos talvez seja  melhor mesmo redistribuí-los.

Nuvens sobre Macaé

Não, melhor não…para quaisquer  outras mãos que o dinheiro possa ir a aplicação não será nem um pouco mais nobre. Triste.

Fotos: Sol Nascente, Macaé e Sonda (6/2/2010, Flickr, Creative Commons, by Gladstone P. Moraes); Panorâmica de Macaé, Nuvens (23/1/2010, Flickr, Creative Commons, by Gladstone P. Moraes) (Link para galeria de Gladstone P. Moraes)